Orientações Gerais para o Ensino Fundamental II e o Ensino Médio – 2017

por | out 18, 2016

Orientações Pedagógicas do EFII e EM – 2017

Cumprimento dos horários de aulas

Atenção à entrada na segunda aula! Algumas disciplinas têm suas aulas apenas no início da manhã e o acúmulo de ausências pode acarretar em uma defasagem de conteúdos.

Os cinco minutos de tolerância para entrada na 1ª aula são para um imprevisto, já que os professores fazem chamada no início da aula e, apesar do portão estar aberto, o (a) aluno(a) pode ficar com ausência.

 Os Livros Didáticos são parte inerente ao ensino-aprendizagem e propiciam aos alunos o acompanhamento das aulas, o aprofundamento em alguns conteúdos, a realização das tarefas de casa e o estudo em casa. A aquisição e organização desses materiais são de responsabilidade dos alunos e responsáveis e, não adquirir esses materiais prejudica o envolvimento do aluno com as disciplinas ministradas e, consequentemente, nos seus conceitos avaliativos.

Com o objetivo de que os alunos tenham uma quantidade equilibrada de tarefas e, de auxiliar a organização dos discentes e dos docentes todas as turmas têm um Agendão de Sala com o registro das tarefas e avaliações agendadas. Trata se de um recurso que pode ser fotografado ao final do período de aulas para auxiliar o cumprimento das atividades pedidas para casa.

A Pasta de Tarefas colabora com a proposta que a Cooperativa tem em valorizar todas as produções para formação do conceito do aluno, na avaliação contínua.

Contribui também com o objetivo de que a coordenação pedagógica e as famílias tenham o retorno mensal do envolvimento do (a) aluno(a) nesse quesito. Os professores carimbam nesta pasta os alunos que não realizaram a tarefa pedida e/ou estão sem material da disciplina, a coordenação faz a quantificação das tarefas não realizadas e informa os responsáveis ao final de cada mês.

Dentro do processo de avaliação contínua da Cooperativa há um instrumento que diferencia a devolutiva para as famílias, que geralmente, gira em torno de notas e conceitos.

Ao final de cada trimestre os responsáveis recebem por mensagem eletrônica a Ficha de Participação do(a) aluno(a), sendo possível uma visão mais ampla da postura do(a) aluno(a) em seu processo de ensino-aprendizagem.

O Processo de Recuperação da Cooperativa tem suas especificidades e durante nosso tempo de crescimento como instituição avaliamos que o processo de recuperação tradicional que contempla, uma ou duas aulas e uma prova além de não “recuperar” o aluno, é um convite a um menor envolvimento durante o trimestre, já que a exigência nesse modelo de recuperação não tem como fazer jus a três meses de trabalho.

Nosso processo é individualizado e padronizado, o professor preenche o Plano de Recuperação de acordo com a necessidade de cada aluno(a).

Esse documento é entregue ao responsável no dia da Reunião de Pais e Mestres.

A recuperação é formada por uma atividade pedida no plano de recuperação, e mais dois encontros com o professor (plantões de dúvidas) para entrega, recebimento da atividade e solucionar dúvidas que deverão ser inerentes ao processo proposto.

Datas das recuperações trimestrais:

  • 15 de maio e 26 de junho (1º trimestre)
  • 22 de setembro e 27 de outubro (2º trimestre)
  • 04 até 08 de dezembro (3º trimestre)
  • 11 até 14 de dezembro (recuperações finais)
  • 15 de dezembro (divulgação do Exame Final – janeiro 2018)

Segundo o Regimento Escolar o aluno que recuperar o conceito não poderá, após a recuperação, obter conceito maior do que C.

Os estudantes têm direito a realizar Provas Substitutivas das avaliações que, por ventura, estiveram ausentes. Para esse direito ser garantido é necessário que o aluno em 48h, desde o seu retorno, faça um pedido na secretaria da escola e entregue ao professor responsável pela disciplina o protocolo para agendar com o mesmo a data para fazer a avaliação.

A segunda chamada será paga sempre que não houver uma justificativa médica por parte do responsável do estudante.

Não é permitido aplicar a prova substitutiva em horário normal de aula, o aluno deverá realizar esta avaliação no contra-turno.

Os Trabalhos em grupo são ótima oportunidade para acompanhar seus alunos, esse formato de trabalho deve ser realizado, preferencialmente, em sala de aula para os alunos do E.M. Os alunos do E.F.II só poderão realizar essas atividades em sala e com o acompanhamento do professor.

Atenciosamente

Equipe Pedagógica